Substituição dos limpa para-brisas

escovas-limpa-para-brisas-glassdrive-bosch

Substituição dos limpa para-brisas

O desempenho dos limpa para-brisas condiciona a sua visibilidade e a sua segurança na estrada: é essencial verificar regularmente o seu correto funcionamento. 
Esta verificação é parte integrante do serviço prestado pela Glassdrive.

Assim que nos confiar o seu veículo para uma substituição ou reparação, as nossas equipas verificam sistematicamente o estado do veículo e dos limpa para-brisas. Após essa inspeção, aconselhamo-lo a substituí-los apenas se tal for necessário. 

onde-estamos-glassdrive
Encontre aqui o Centro Glassdrive mais próximo de si

 

Conduzir com os limpa para-brisas defeituosos: quais são os riscos?

À frente, um par de para-brisas consiste em dois braços mecânicos acionados por um motor e estendidos por lâminas equipadas com um raspador de borracha: é esta parte removível que, por uma sucessão mais ou menos rápida de varrimentos intermitentes sobre o vidro, evacua o excesso de água do para-brisas durante o mau tempo e/ou limpa a sujidade após os salpicos.


O seu mau funcionamento reduz a visibilidade do condutor para a frente ou para trás: conduzir nestas condições degradadas pode expô-lo a erros que podem comprometer a sua segurança, a segurança dos seus passageiros e de todos os outros na estrada.


Em caso de mau tempo, uma falha no limpa para-brisas detetada durante um controlo policial é punível com uma multa, ou até mesmo com a imobilização imediata do veículo, se a situação meteorológica for demasiado perigosa. Outro ponto a ter em conta, que não deve mesmo ser ignorado, é que o desgaste das escovas pode danificar a superfície do seu para-brisas ou dos seus vidros, provocando arranhões.

Durante o processo de limpeza, a borracha da lâmina, se rasgada ou carregada com impurezas, pode causar fricção no vidro.
Todas estas anomalias são eliminatórias no momento da inspeção técnica, e implicam uma substituição obrigatória do equipamento. 

Quando devem os limpa para-brisas ser mudados: os sinais que não enganam

Os limpa para-brisas têm uma duração de vida muito curta. As peças de borracha, que são usadas particularmente no Inverno, são também sensíveis às altas temperaturas e às partículas poluentes que se depositam no para-brisas. A frequência de utilização dos limpa para-brisas é também um parâmetro que acelera o seu desgaste - em zonas onde as condições climáticas são mais extremas, as escovas ficam desgastadas mais rapidamente.

Muitos profissionais do sector automóvel estimam que após 500.000 ciclos de limpeza, o equivalente a cerca de um ano, o equipamento ultrapassou a sua utilidade e necessita de ser substituído.


O condutor, por outro lado, deve estar atento a certos sinais de aviso:

  • O aparecimento de áreas por limpar, apesar do movimento de limpeza, indica que o limpa para-brisas não está a exercer uma pressão uniforme sobre o vidro, talvez devido a um braço mecânico deformado por um impacto.
  • A presença de uma névoa na superfície do limpa para-brisas, possivelmente indicando endurecimento ou rasgamento do limpa para-brisas. 
  • Os rangidos ou vibrações são sintomas de demasiada pressão sobre a vassoura. 

Em todas as circunstâncias, a Glassdrive aconselha-o a mudar os seus limpa para-brisas todos os anos. Alguns condutores tomam a iniciativa e substituem os seus limpa para-brisas de seis em seis meses, ou em momentos estratégicos: no início da Primavera, após as fortes chuvas de Inverno, e no início do Outono quando as lâminas mostram sinais de fadiga após o calor do Verão.

call-center-glassdrive
Ficou com alguma dúvida? Estamos aqui para ajudar.